MOMENTOS ESPECIAIS

BEM VINDO AO MELHOR RESTAURANTE DE NORONHA

Notícias

Embaixador gastronomico de Noronha reformula cardápio e homenageia famosos


Chef Auricélio Romão comanda as cozinhas dos restaurantes Varanda e Cacimba, além de ensinar uma receita de Camarão crocante

15/01/2016 - Diario de Pernambuco

Ao visitar Fernando de Noronha, é preciso listar alguns programas obrigatórios, como mergulhar com as tartarugas, passear de barco pela Praia do Sancho e assistir ao pôr do sol na Pedra do Bode. Gastronomicamente falando, conhecer a cozinha do chef Auricélio Romão deve estar no primeiro lugar na lista de prioridades nesta temporada de fim de férias ou durante o período de carnaval longe da folia da capital. Quase um embaixador da ilha, o potiguar (de alma pernambucana) comanda os restaurantes Varanda (há seis anos) e Cacimba (há dois anos), sempre com a preocupação de valorizar os frutos do mar frescos do arquipélago com temperos nordestinos.

Confira mais lugares para comer em Noronha

O Varanda é daqueles lugares que já virou ponto turístico em Noronha. O salão possui um agradável deck com vista para a vegetação da ilha, perfeito para um gole de boas-vindas. As variadas cachaças – coco, canela, banana, menta ou mesmo a tradicional – disputam as atenções com os generosos coquetéis. O que leva o nome do chef – com vodca, maracujá, limão e manjericão – é tão querido quanto a exótica caipirinha de pitomba. Companhias perfeitas para as entradinhas de Tartalete de camarão e manga com saladinha (R$ 49) e Costelinhas marinadas com cuscuz temperado e mel de engenho (R$ 49).

É difícil não se empolgar, mas reserve espaço no estômago para os principais, com os crustáceos mais graúdos que você terá a chance de provar. Prato da Boa Lembrança, o Gratinado de frutos do mar (R$ 139) serve facilmente três pessoas e continua a ser o carro-chefe da casa, com peixes da região, camarões, lagosta, lula e polvo envoltos num mix de pimentões, alho e cebola e recebem uma camada de parmesão. O segredo do chef está na farofa que forma uma crosta no gratinado, preparada com farinha panko, alho e manteiga. O Camarão ao quiabo e cúrcuma (R$ 119) é outro que desperta curiosidade pela combinação inusitada. Mas a maior surpresa no paladar foi o Risoto ao coco e camarão (R$ 74), que combina coco verde, gengibre, cebola e vinho branco.

Deixe-se encantar pelo sorrisão da equipe de garçons e cozinheiras e se jogue nas calorias das sobremesas com frutas regionais, como a Torta de jaca com farinha de biscoito crocante (R$ 17), ou um clássico Brownie de chocolate branco com crocante de amêndoas e sorvete de tapioca (R$ 25). Depois, é só aproveitar os passeios de barriga cheia.

Cardápio de estrelas

Um dos empreendimentos gastronômicos mais novos e descolados de Noronha, o Cacimba é endereço obrigatório na badalada noite da ilha. Instalado na Vila dos Remédios, estrategicamente no caminho para o Bar do Cachorro (palco do badalado Forró do Turista), o restaurante acaba de ganhar um lounge projetado pelo arquiteto Fábio Benevides, com mesas baixas e almofadas, música bacana e drinques elaborados. Perfeito para a paquera pré-balada. O cardápio tem inspirações francesas, mas também com uma pegada mais picante tailandesa.

Queridinho das celebridades que visitam a ilha, o chef Auricélio batizou algumas criações em homenagem aos convidados. O galã Bruno Gagliasso, o mais noronhense de todos os atores globais, dá nome ao apetitoso Pastel com recheio cremoso de lagosta (R$ 46). A esposa de Bruno, a atriz Giovanna Ewbank, é lembrada na Moqueca de lagosta e camarão (R, para quatro pessoas tranquilamente), servida com arroz da casa e farofa de banana com gengibre.

A blogueira Camila Coutinho virou um Brownie de chocolate com amêndoas (R$ 24) e a produtora Maria do Céu se transformou numa salada refrescante de camarão e frutas vermelhas (R$ 54). O amigo César Santos (do Oficina do Sabor, em Olinda) empresta o nome para um dos pratos mais pedidos, um filé de pescada amarela com camarões, arroz de curry, banana da terra e purê de jerimum (R$ 87).

Veja mais: http://www.diariodepernambuco.com.br/app/46,52/2016/01/15/interna_gastro,621711/restaurante-varanda-e-parada-obrigatoria-para-quem-faz-tour-gastronomi.shtml

Últimas notícias